ESCOLA VIVA ENTREGA KITS AOS ALUNOS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO

0
426
Fotos: Gerson Peres

Nesta semana, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) iniciou a terceira etapa da entrega dos kits de alimentação, assepsia e caderno de atividades. A entrega começou com as creches e na próxima semana será a vez das escolas municipais.

Segundo a cabeleireira Gisele Gonçalves, os kits auxiliam no enfrentamento do isolamento social e da crise econômica. “Esses kits são uma grande ajuda na nossa situação financeira porque se não tivesse a pandemia, minha filha estaria se alimentando na escola. Os cadernos de atividades são interessantes porque os exercícios preenchem o dia dela, ela continua com a rotina da creche mesmo ficando em casa”, afirmou Gisele Gonçalves.

A auxiliar de serviços gerais, Neide Maria contou sobre a importância dos kits e do caderno de atividades para a sua filha, Maria Sofia de quatro anos, aluna da Creche M. Geralda Izaura. “Os kits estão nos ajudando muito, e está sendo importante para a nossa família. Minha filha ama o biscoito, leite e achocolatado que vem nos kits. E os cadernos de atividades estão ajudando muito porque mesmo com a pandemia ela continua estudando em casa, e ainda recebe a ajuda da professora através do celular”, disse.

Para realizar as distribuições de forma especial, as creches municipais Geralda Izaura e Urias adotaram o tema Arraiá, que contou com lembrancinhas e comidas típicas.

“Sempre tivemos um carinho muito grande com as crianças, e mesmo com o distanciamento social nos preocupamos em levar um pouquinho de amor para eles. Como é o mês das festas juninas, não poderíamos deixar essa data passar em branco, então todos os profissionais se caracterizaram e prepararam lembrancinhas para receber os pais”, contou a diretora da Creche Urias, Renata Dias.

Os alunos em processo de inclusão também estão recebendo um kit com material adaptado para que o desenvolvimento dos pequenos continue.

A diretora da Creche M. Geralda Izaura, Daniela Braga explicou sobre as atividades e a importância deles para a sua aluna inclusa. “A nossa aluna Mayumi tem microcefalia e paralisia cerebral, então realizamos um trabalho especial para que ela se sinta acolhida por todos. Preparamos um kit com atividades para o tato, olfato, paladar e para que ela desenvolva também a coordenação motora fina e grossa”, explicou.

DEIXE UMA RESPOSTA