QUEDA NA OCUPAÇÃO DOS LEITOS DE COVID-19 EM MAGÉ

Redução no número de pacientes internados foi fator para restabelecimento do comércio e serviços

A taxa de ocupação de leitos da Covid-19 sofreu uma queda drástica em Magé. O município chegou a criar uma ala com leitos intensivos no Hospital de Magé para aumentar a oferta de internação para pacientes com sintomas graves da doença.

Desde a última semana, Magé iniciou o processo de retomada dos serviços, por conta da queda no registro de novos casos confirmados da Covid-19.  A queda na taxa de ocupação de leitos também contribuiu para esta decisão da Prefeitura: a ala criada no Hospital Municipal de Magé está totalmente desocupada desde a última segunda-feira, assim como os três leitos de isolamento infantil no Centro de Pediatria do Complexo de Saúde. E no hospital de campanha municipal, o Centro de Tratamento para a Covid-19, seis pacientes estão internados, nenhum entubado, e dois deles têm previsão de alta para esta quinta-feira (25).

“Chegamos a um momento durante esse período de pandemia, especialmente quando houve o aumento de circulação de pessoas por conta do auxílio emergencial e do Dia das Mães, que ampliamos a oferta de leitos intensivos para pacientes da Covid-19, com 10 leitos no Hospital de Magé e outros três leitos de isolamento infantil no Centro de Pediatria do Complexo de Saúde, além dos ofertados no Centro de Tratamento para a Covid-19. Todos criado de forma preventiva, pensando num possível colapso no atendimento”, detalhou a secretária de Saúde de Magé, Carine Tavares.

A secretária ainda alerta que este não é momento de tranquilidade, e sim ficar ainda mais atentos aos cuidados:

– É importante comemorarmos esse momento em que estamos reduzindo as internações pela doença. Mas também é um momento crucial de evitar uma nova onda de contaminação. E é você, cidadão, com sua colaboração, cumprindo o distanciamento social, tomando as medidas preventivas que nos ajuda a diminuir o número de pessoas contaminadas. Vamos continuar assim, para que o comércio continue de portas abertas, e todos os serviços voltem a funcionar. Somente num esforço conjunto podemos vencer essa pandemia!

DEIXE UMA RESPOSTA