CENTRO DE TRATAMENTO REGISTRA 54 ALTAS HOSPITALARES

Fotos: Gerson Peres

O Centro de Tratamento para a Covid-19 em Santo Aleixo, no segundo distrito, contabiliza 54 altas hospitalares desde a inauguração. Na saída da unidade, os pacientes são recebidos por um corredor de aplausos, formando uma trilha sonora da vitória que proporciona esperança a todos.

José Maurício, de 61 anos, venceu a Covid-19 depois de 15 dias de internação. Na alta, a nora e a filha se emocionaram ao levar o pai de volta pra casa. “Só agradeço muito a Deus! É muito gratificante ter a pessoa que nós amamos com a gente de novo. Nós passamos por um momento muito difícil, mas conseguimos a vitória! O meu pai foi muito bem tratado no Centro de Tratamento para a Covid-19, os funcionários sempre nos informavam sobre ele, e tratavam a gente com muito carinho”, afirmou a dona de casa, Gisele dos Santos, filha do senhor José.

Jamal Saadi, morador de Parada Angélica, em Duque de Caxias, foi mais um vencedor da Covid-19 que recebeu tratamento no Centro de Tratamento de Magé. A irmã, Halime Saadi, comemorou e agradeceu à equipe da unidade de retaguarda e do 24h de Santo Aleixo.

“O meu irmão recebeu um tratamento maravilhoso nas duas unidades! Nós encontramos aqui o que não encontramos em hospitais particulares. Eles estão de parabéns e merecem honra ao mérito. Hoje sou muito grata aos funcionários do 24h de Santo Aleixo e do Centro de Tratamento”, contou.

Os pacientes não recebem visita e mesmo à distância o atendimento é humanizado, com boletins diários dos pacientes para os familiares.

“A doença é nova, então passamos por momentos bem difíceis. Receber pacientes com uma doença desconhecida, iniciar um protocolo de medicação e ver um paciente descompensando com uma falta de ar grave é bem difícil. Entrei nas enfermarias, paramentado, e pude ver o sofrimento deles. Mas também tivemos muitos pacientes saindo felizes, comemorando e agradecendo a Deus. Peço a todos que se previnam, utilizem máscaras e mantenham o isolamento social”, finalizou o diretor do Centro de Tratamento, Júnior Reis.

 

DEIXE UMA RESPOSTA